Preço do Mercado Livre se normaliza

Canal Energia publicou uma reportagem que trata dos preços de energia no setor elétrico. Apesar de ainda ser muito cedo para afirmar, o ano de 2022 começou com ótimas perspectivas, apresentando a oportunidade para o Mercado Livre. Uma vez que, o país vem registrando um grande volume de chuvas, os reservatórios estão respondendo bem e os volumes de água estão aumentando.


“Cinco meses atrás o país discutia a criação da bandeira de escassez hídrica, estávamos com o PLD no teto, o CMO bateu R$ 3 mil por MWh em meados de agosto, programas de redução de demanda, entre outras medidas. Tudo isso porque o país atravessava a sua pior crise hídrica em 91 anos. Hoje agentes do mercado vislumbram valores bem abaixo desses patamares. Contratos da fonte convencional para o mês de janeiro estão saindo na faixa de R$ 68/MWh e para o ano estão cotados em R$ 160/MWh”, cita a reportagem, apresentando o panorama da crise elétrica de 2021.


Do jeito que as coisas estão, 2022 deve ser mais tranquilo do que 2021, com melhores preços. Ainda assim, as coisas podem mudar, portanto será necessário aguardar o fim do período chuvoso. Segundo dados de cotação de 2023 da plataforma Balcão Brasileiro de Comercialização de Energia, apesar da incerteza, o valor gira em torno de R$ 210/MWh.


Em linhas gerais, 2022 deverá ser um ano agradável, mas apenas para o Mercado Livre, visto que o Mercado Regulado terá que pagar uma conta mais elevada em decorrência da crise hídrica de 2021. Sem contar o IPCA de 2021 que passou dos 10% e compõem os índices de reajustes das distribuidoras.


Referências:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53199447/mercado-livre-reage-a-chuvas-e-preco-normaliza


0 visualização0 comentário